História da Poltrona Barcelona

A famosa poltrona Barcelona foi originalmente concebida para servir de trono Rei Alfonso XIII e sua esposa Ena, durante a Exposição Mundial de 1929 no Pavilhão Alemão na Espanha.

Essa foto é do local e poltronas originais (1929)

Ao contrário do que muitos pensam, não somente o arquiteto e diretor de Bauhaus, Mies Van der Rohe que projetou essa poltrona, sua sócia Lilly Reich também teve importante participação no projeto.  Lilly Reich era designer de interiores responsável pela concepção e organização de muitas das exposições internacionais da época. Nasceu em Berlim e começou sua carreira como designer de produtos têxteis e roupas femininas. Essa experiência foi a formação para ela, dando-lhe um interesse especial em contraste de texturas e materiais, e habilidades específicas no que diz respeito ao uso de tecidos em peças de mobiliário.

Já Ludwig Mies Van der Rohe era famoso pela combinação de artesanato com belas-artes no mobiliário acessível e casas bem projetadas. Nasceu em Aachen, Alemanha em 1886 e morreu em Chicago, Illinois em 1969. Influenciado pelo arquitecto prussiano Karl Friedrich Schinkel e seu uso de simples formas cúbicas, o jovem empregado no negócio de pedra-escultura de seu pai começou logo a confraternizar com o melhor da sociedade cultural de Berlim na década de 20. Ele entrou na escola de Design Bauhaus e criou clássicos modernistas. Como muitos arquitetos, entendeu a importância de usar o mobiliário correto para completar a finalidade da construção, a harmonia no design.

O arquiteto-diretor de Bauhaus Mies Van der Rohe

Voltando a história da poltrona, como já mencionado, ela foi projetada como trono. É majestosa para uso em ambientes corporativos e recepções. Mas não deixa de render charme e elegância ao espaço casa também.

Imagens retiradas da internet que mostram o uso da poltrona em ambientes residenciais.

É impressionante pensar o quanto essa poltrona é modernista para os nossos tempos, especialmente porque já fazem 81 anos desde sua criação. É muito difícil encontrar um estilo que ela não fique bem.

A poltrona original apresentada por Mies Van, tinha parafusos e estofado pouco confortável (na época o Designer não contava com todos os recursos de materias que temos hoje). Em 1950 ela tem o seu aspecto atual com a estrutura de metal sem emendas. A poltrona Barcelona foi fabricado nos Estados Unidos, Espanha e Alemanha, entre 1930 e 1950. Após a morte de Lily Reich, van der Rohe cedeu seus direitos a Knoll.

Uma peça como esssa na Knoll, custa em média 7.200 libras (cerca de R$ 19.000,00). No Brasil, não temos um registro industrial. Por isso, precisamos tomar muito cuidado ao comprar uma réplica de baixa qualidade. Buscando na Internet, vi várias lojas que comercializam essa peça. O preço varia de R$ 700,00 a R$ 3.500,00 mas pelas fotos apresentadas, percebemos que a qualidade da peça deixa a desejar. Apenas para ilustrar, salvei algumas fotos para demosntrar a importância de analisar o acabamento antes de comprar em uma loja apenas pelo nome.

Esse acabamento torto é de um grande magazine de móveis. Reparem em como a almofada da poltrona fica fora de forma. Isso se deve a espuma de baixa qualidade e com corte torto.

Essa imagem é da mesma loja. Percebe-se que a costura da almofada do encosto está fazendo Zig Zag. Fora a ruga da costura.

Enfim, na hora hora de comprar, não é só porque se trata de uma réplica que deve ser produzida de qualquer jeito. Há critérios a seguir e normas a observar. Para quem acha que a poltrona da Knoll (de R$ 19.000,00) é a única que deve ser obervada, só tenho a dizer que original, são apenas aquelas duas do começo deste post que foram feitas pelas mãos de Mies Van der Rohe e estão até hoje expostas na Espanha, todo o restante (da Knoll ou não) é réplica, cópia ou como queiram chamar. E para aqueles que gostam do desenho da poltrona, prezam suas formas originais mas não conhecem os materias que devem ser utilizados, aqui vão algumas dicas:

A estrutura da peça é fabricada em barra chata (maciça) de 1 1/4 x 1/2. O materia pode ser em aço inox polido ou ferro cromado. Se você morar perto de maresia, nunca utilize o cromado. As percintas, ou tiras de couro da peça, devem ser em Soleta Natural (sola de boi mesmo). As espumas em densidade 33. Na costura a parte da frente da almofada conta com 40 pequenos quadrados ligados uns aos outros através de vivos costurados e 32 capitonês para acabamento.

Para desgosto do Designer, o casal real espanhol nunca chegou a sentar na Barcelona.

A poltrona deu origem a uma coleção intitulada Barcelona que é composta por recamier, puff e mesas.

Couch Barcelona. Segue a mesma linha de estofado que a poltrona.

Puff Barcelona. Serve como apoio para os pés quando é usado juntamente com a poltrona.

Mesa de centro e lateral Barcelona. Usa-se o mesmo material da estrutura da poltrona.

Uma boa indicação de loja para compra da linha Barcelona é a Essência Móveis, o valor é acessível e ainda tem o Pagamento Digital do Buscapé onde o cliente pode  parcelar as compras em até 24x no cartão e ainda pode cancelar a compra e ter o valor devolvido se a mercadoria não chegar de acordo. O link para as Barcelonas da loja é http://www.essenciamoveis.com.br/?s=barcelona&cat=3

Fica a dica!

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: